Institucional
Sobre o Elas
Conselhos e equipe
Fundadoras
Sobre o Elas
Conselhos e equipe
Concursos
Como contribuir
Trabalho voluntário
Notícias
Fale conosco
Fale conosco
 
Assine nosso boletim
Nome
E-mail
 
   
 
   
   
   
Siga-nos no Facebook! Siga-nos no Twitter! Conheça nosso canal no YouTube!

Concursos

Fundo Fale sem Medo - XVI Concurso de Projetos

O XVI concurso do ELAS Fundo de Investimento Social, em parceria com o Instituto Avon e a ONU Mulheres, visa fortalecer, por meio de apoio financeiro e técnico, grupos de mulheres jovens e adultas que trabalhem pelo combate à violência contra as mulheres, em comunidades do Rio de Janeiro. O enfoque principal será o enfrentamento das possíveis causas dessa violência e a ação acontece como um movimento que dá continuidade ao Fundo “Viva o Amanhã”. Esta iniciativa da Avon já destinou R$ 1,5 milhão a 14 projetos socioculturais indicados por revendedoras autônomas. Um dos resultados significativos do Fundo Viva o Amanhã foi a redução de 44% para 13% no número de homens que cometeram algum tipo de violência física contra suas parceiras em comunidades populares do Rio de Janeiro.

O concurso se baseia na crença de que um trabalho de promoção e ação contra a violência, capaz de envolver mulheres e jovens, permite que se redefinam novas posturas, influenciando positivamente na equidade de gênero, no respeito humano e na formação de uma cultura de paz.

Objetivos do Concurso:

Fortalecer institucionalmente por meio do apoio financeiro e de capacitações, grupos ou organizações de mulheres ativistas, jovens e adultas, que desenvolvam iniciativas com enfoque no tema da violência contra as mulheres em comunidades pacificadas e ou de baixa renda da região metropolitana do Rio de Janeiro(Grande Rio).

Linhas de apoio/foco das propostas:

A resposta à violência contra as mulheres precisa ser vista de forma mais ampla e, por isso, serão avaliados projetos que tenham incidência nas causas da violência e que se utilizem de estratégias diversas para combatê-la. Assim, serão avaliados projetos/propostas que tenham como foco os seguintes temas:

Mobilização social: promover ações informativas e preventivas da violência doméstica contra as mulheres; fomentar o diálogo e ampliar o entendimento sobre a violência doméstica e sobre a Lei Maria da Penha; realizar atividades de capacitação e difusão dos direitos das mulheres a uma vida sem violência; atividades que promovam um ambiente de harmonia entre os sexos e que convoquem os homens a lutar pelo fim da violência contra as mulheres*.

Geração de Renda: projetos de geração de renda, voltados à promover a independência econômica da mulher;

Utilização de ferramentas de esporte, comunicação, arte e cultura para a promoção de um ambiente de harmonia e paz nas comunidades envolvidas.  

Campanhas pelo fim da violência contra as mulheres: atividades de comunicação e divulgação sobre o tema da violência contra as mulheres na comunidade; divulgação de estratégias inovadoras das comunidades cariocas que estimulem a criação de uma nova consciência de paz, envolvendo inclusive homens, principalmente os jovens*.

Formação política, incidência em espaços de poder e controle social: atividades de reivindicação de direitos e políticas públicas para as mulheres, no campo do enfrentamento da violência contra as mulheres; De articulação com outras redes de mulheres, feministas e de direitos humanos no tema do enfrentamento da violência contra as mulheres; De fortalecimento das organizações, grupos e associações de mulheres para o exercício de controle social das políticas públicas.

Livre exercício da sexualidade e autonomia das mulheres sobre seus corpos; promoção do livre exercício de seus direitos sexuais e reprodutivos.

Resultado

O XVI concurso do ELAS Fundo de Investimento Social, em parceria com o Instituto Avon e a ONU Mulheres, visa fortalecer, por meio de apoio financeiro e técnico, grupos de mulheres jovens e adultas que trabalhem pelo combate à violência contra as mulheres, em comunidades do Rio de Janeiro. O enfoque principal será o enfrentamento das possíveis causas dessa violência. Foram selecionados 11 projetos em uma doação que totaliza R$ 300 mil.

1 – Projeto: Mulheres Jovens no Combate às Diversas formas de Violência na Baixada Fluminense - Áreas de Mobilização Social e Formação Política: Principal Objetivo: Dar continuidade às ações contra a Violência do Núcleo de Jovens da Baixada. Atividades: realização de 2 encontros de formação com jovens e 3 atividades específicas de combate à violência contra as mulheres na Baixada Fluminense.

Organização: CAMTRA – Casa da Mulher Trabalhadora – Centro

2 – Projeto: Mulheres em Movimento: Área Mobilização Social. Principal objetivo: ampliar e fortalecer as ações de enfrentamento à violência contra as mulheres no município de São Gonçalo. Atividades: Debate intersetorial, cursos de formação para profissionais de diversos setores e lideranças comunitárias, curso de formação de conselheiras de direitos, oficinas de integração de mulheres vítimas de violência, seminário de encerramento do projeto.

Organização: Movimento de Mulheres de São Gonçalo

3 – Projeto: Cidadania e Enfrentamento da Violência contra as Mulheres em Comunidades Pacificadas. Área: Mobilização Social. Objetivo Principal: promover a qualificação de mulheres de comunidades pacificadas (Pavão Pavãozinho, Tavares Bastos e Formiga) com exercício da liderança horizontal para criação de estratégias de comunicação, e participação política. Atividades: oficina de formação com lideranças, e mais 9 oficinas sobre o tema (3 em cada comunidade).

Organização: CEPIA – Flamengo

4 – Projeto: Empoderamento de Mulheres de Urucânia. Área: Formação Política. Objetivo Principal: formar, mobilizar e incentivar mulheres da comunidade Ucrânia em Santa Cruz para participar no controle social da violência contra as mulheres. Atividades: oficinas sobre temas relacionados à violência, construção de uma campanha, participação nos espaços de controle social.

Organização: COMZO – Conselho de Mulheres da Zona Oeste

5 – Projeto: Obirin Odara Mulheres Guerreiras contra a Violência.

Área: Mobilização Social. Objetivo principal: empoderar e mobilizar as mulheres que frequentam o terreiro e a comunidade em torno contra a violência. Atividades: elaboração de um diário sobre a situação de violência, parcerias com órgãos públicos, oficinas contra a violência e sobre direitos das mulheres, mesa de dialogo com as autoridades do município.

Organização: Ile Omolu Oxum – São João de Meriti

6- Projeto: Pela Vida Pela Paz: Uma campanha comunitária da Radio Mulher. Área: Campanhas. Objetivo Principal: o engajamento da Radio Mulher num ambiente comunitário de cultura de paz e pela erradicação da violência contra a mulher na comunidade. Atividades: ampliação da equipe, criação da campanha, convocação de outras rádios comunitárias para a promoção da cultura de paz.

Organização: Ass. de Mulheres do Morro do Alemão

7 - Projeto: Arte, Cultura e Cidadania Jovem. Áreas: Comunicação, Arte e Cultura. Objetivo principal: propõe levar cada jovem participante do projeto a refletir sobre o seu corpo/identidade, sobre suas relações com os outros e com a comunidade propiciando o seu desenvolvimento baseado nos direitos humanos. Atividades: seminário Gênero e Direitos Humanos com jovens, oficinas para criação de músicas comprometidas com a violência contra as mulheres, oficinas para criação de esquetes interativos e oficinas de arte do grafite, evento final de avaliação.

Organização: Associação Instituto JC3 – São Gonçalo

8 – Projeto: Mudando Cabeças, Corpos e Campos. Área: Esporte. Objetivo principal: promover uma campanha comunitária com profissionais de futebol feminino como embaixadoras pelo fim da violência contra a mulher no Rio de Janeiro visando criar oportunidades para que tenham conhecimento sobre o tema e possam divulga-lo. Atividades: serão realizadas oficinas de capacitação com as jogadoras em parceria com com experiência na área (Partners of America, Boas de Bola, Instituto Promundo e Instituto Bola pra Frente).

Organização: Grupo Guerreiras - Copacabana

9 – Projeto: Maré de Sabores. Área: Geração de Renda. Objetivo principal: contribuir para a melhoria de vida de mulheres da 16 comunidades do bairro da Maré através da qualificação profissional na área de gastronomia. Atividades: oficinas de direitos humanos, oficinas de gastronomia, aquisição de utensílios para montagem de um buffet.

Organização: Associação Redes de Desenvolvimento da Maré

10 – Projeto: Matriarcado Empoderado: Mulheres do Vidigal contra a Violência de Gênero. Área: Mobilização Social, Formação Política e Cultura. Objetivo principal: aumentar a capacidade das participantes em prevenir e enfrentar a violência de gênero. Atividades: oficinas temáticas relacionadas à violência de gênero, oficinas de expressão corporal, de arte do pincel, bingo Maria da Penha, seminário de encerramento.

Organização: AMAR – Associação de Mulheres de Ação e Reação - Vidigal

11 - Projeto: Mulher, Cultura e Economia Criativa. Área: Mobilização social. Objetivo principal: potencializar a capacidade de mulheres empreendedoras da comunidade e de comunidades vizinhas. Atividades: 3 encontros divididos em oficinas, palestras e atendimentos com parcerias de outras organizações que tem as expertises necessárias ao desenvolvimento da proposta.

Organização: Trajetória – Cidade de Deus

 

Patrocínio:

Iniciativa:

Realização:

1 No questionário era perguntado ao homem se ele cometeu e as mulheres se ela sofreu os seguintes comportamentos: jogar  algo na direção dela que poderia machucá-la, empurrão, soco, golpeou com alguma coisa, chute, pontapé ou bico, arrastou ela, puxão de cabelo, tentou enforcá-la ou estrangulá-la e tentou queimá-la ou queimou-a.

2 No questionário era perguntado ao homem se ele cometeu e as mulheres se ela sofreu os seguintes comportamentos: insulto ou xingamento, humilhação, ameaça, ameaça de usar arma de fogo contra ela.

 

 
Rua Hans Staden, 21 - Botafogo, Cep 22281-060 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel +55 (21) 2286-1046 / Fax 55 (21) 2286-6712 - E-mail: elas@fundosocialelas.org
Site desenvolvido por FW2 Agência Digital