Institucional
Sobre o Elas
Conselhos e equipe
Fundadoras
Sobre o Elas
Conselhos e equipe
Concursos
Como contribuir
Trabalho voluntário
Notícias
Fale conosco
Fale conosco
 
Assine nosso boletim
Nome
E-mail
 
   
 
   
   
   
Siga-nos no Facebook! Siga-nos no Twitter! Conheça nosso canal no YouTube!

Institucional

Ângela Borba

Nasceu no dia 4 de abril de 1953, no Rio de Janeiro. Formou-se em história pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/RJ). Casou-se com Jair de Sá, deste casamento nasceu seu único filho, Miguel.

Foi ativista feminista e política, lutou pela redemocratização do Brasil.

Na década de 1970, Angela engajou-se no movimento de mulheres fazendo parte do Brasil Mulher. Foi uma das fundadoras do Partido dos Trabalhadores (PT), em 1979. Em 1982, Nesta mesma época, participou de uma experiência pioneira na construção de um modelo feminista de exercício de mandato eletivo, tendo como parceiras Lúcia Arruda e Fernanda Carneiro. Ao ser eleita, Lúcia Arruda, titular do mandato de deputada estadual na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ), teve Angela Borba como principal assessora direta, mas de fato, o mandato era partilhado entre toda a equipe e as decisões eram tomadas de forma conjunta. Desta forma, dividiam o mandato e promoviam eventos públicos fora do âmbito da Assembléia, numa sintonia fina com o movimento de mulheres.

Lúcia Arruda foi reeleita pra um segundo mandato e Angela foi indicada como assessora da Liderança do PT na Assembléia Estadual, onde desenvolveu um trabalho político marcante: coube ao gabinete de Lúcia Arruda um papel fundamental, entre outros, na criação da Delegacia das Mulheres no Estado do Rio de Janeiro. Angela participou, ainda, do Conselho Comunitário de Saúde e colaborou ativamente na elaboração de leis voltadas para a garantia dos direitos das mulheres na Constituinte Estadual.

Em 1986, Angela foi indicada membro do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Estado do Rio de Janeiro, na gestão de Branca Moreira Alves. Pouco depois, tornou-se coordenadora da Secretaria Nacional de Mulheres do PT, onde desenvolveu uma articulação do partido com o movimento de mulheres a nível nacional. Também integrou o Fórum Feminista do Rio de Janeiro e a Rede Nacional de Saúde e Direitos Reprodutivos.

Angela elaborou trabalhos sobre os rumos do feminismo no Brasil, escrevendo artigos sobre a situação da mulher. Seu principal trabalho analítico, intitulado “Legislando para as Mulheres”, foi publicado no livro Mulher e Política – Gênero e Feminismo no Partido dos Trabalhadores, uma coletânea de artigos organizada por ela, em parceria com Nalu Faria e Tatau Godinho. Nos últimos anos de vida colaborou com a organização não governamental Ser Mulher, de Friburgo, Rio de Janeiro.

Trabalhava como membro do conselho da Fundação Perseu Abramo quando sofreu um aneurisma cerebral. Acabou falecendo no dia 15 de julho de 1998.

Fonte: Dicionário das Mulheres do Brasil - de 1500 à atualidade, org. Schuma Shumaher (Redeh)e Érico Vital Brazil, Editora Zahar, 2000.

 

 
Rua Hans Staden, 21 - Botafogo, Cep 22281-060 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel +55 (21) 2286-1046 / Fax 55 (21) 2286-6712 - E-mail: elas@fundosocialelas.org
Site desenvolvido por FW2 Agência Digital