PT | EN | ES

Chamada para seleção de profissional – Assistente de Programas

por | fev 26, 2024 | Notícias | 0 Comentários

 

O ELAS+ Doar para Transformar é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos,
que tem o objetivo de promover a ação e as soluções criativas das mulheres cis, trans e de
outras transidentidades pela mudança social, equidade de gênero, paz e justiça para o avanço
dos direitos das mulheres, e consequentemente, de todas as pessoas no Brasil.

O ELAS+ é uma entidade independente e autônoma, cuja operação consiste em mobilização
de recursos (fundraising) & doação de recursos (grantmaking). Nossa missão é promover e
fortalecer o protagonismo de mulheres cis, trans e de outras transidentidades mobilizando e
investindo recursos em suas iniciativas. Orientamos nossa prática por valores como a paixão
pela causa das mulheres, o respeito à singularidade, subjetividade e multiplicidade, os laços
de confiança, doação cidadã e a transparência.

Sediada no Rio de Janeiro e com mais de 23 anos de experiência, o ELAS+ mobiliza recursos
de fontes diversas, no Brasil e no exterior, e por meios de editais, apoiamos financeira e
tecnicamente organizações e grupos informais liderados por mulheres cis, trans e de outras
transidentidades, em todo o Brasil.

Investimos em iniciativas voltadas para as seguintes áreas temáticas ou programas:

• Prevenção da violência contra as mulheres, mulheres cis, trans e de outras
transidentidades;
• Promoção da autonomia econômica, do empreendedorismo e do fim da pobreza de
mulheres cis, trans e de outras transidentidades;
• Expansão do acesso à saúde e dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres;
• Ampliação do acesso à cultura, comunicação, arte e esportes;
• Promoção da equidade étnica e racial;
• Promoção de um meio ambiente justo e sustentável.

Vaga: Assistente de Programas

Atribuições:

• Auxiliar na organização no processo de lançamento de editais, recebimento de
iniciativas e seleção;
• Assessorar os grupos e organizações apoiados, através de contatos por emails, ligações,
aplicativos de mensagens, reuniões online e/ou visitas técnicas;
• Realizar monitoramento dos programas e iniciativas de apoio do ELAS+, através de
indicadores e métricas;
• Produzir relatórios e outros documentos oficiais (ex: atas, editais, cartas convites,
formulários, programações, planilhas de dados);
• Auxiliar na organização dos Diálogos, encontros e reuniões com os grupos e
organizações apoiadas pelo ELAS+;
• Relacionamento com financiadores sobre programas e iniciativas apoiadas;
• Analisar e produzir dados qualitativos e quantitativos;
• Desenvolvimento de materiais didáticos;
• Facilitação de oficinas, workshops e reuniões com grupos apoiados;
• Comprometimento com a missão do ELAS+ e com as atribuições do cargo;
• Reportar-se diretamente à Gerência de Programas

Requisitos:

• Nível superior completo em Ciências Sociais ou áreas afins;
• Experiência profissional na área;
• Experiência de elaboração de relatórios, documentos técnicos e sistematização
de dados;
• Experiência na assessoria e monitoramento de iniciativas;
• Experiência no acompanhamento de grupos.

Desejável:

• Domínio da língua inglesa oral e escrita;
• Experiência de atuação e/ou conhecimentos sobre questões de gênero e raça;
• Proatividade;
• Redação própria e boa fluência verbal;
• Capacidade de se relacionar com o público;
• Habilidade de convivência com a diversidade;
• Empatia;
• Senso de justiça;
• Habilidade de relacionamento e trabalho em equipe.

Número de vagas: 1
Inscrições: As pessoas interessadas deverão enviar os seus materiais até dia 10 de março
de 2024 através do link: https://pt.surveymonkey.com/r/assprogramas
Etapas do processo seletivo:
• Análise do currículo;
• Entrevista online com as pessoas selecionadas.

Salário inicial: R$ 6.420,00 mensais bruto em formato CLT+ VT+VR

Outras informações:

• Previsão de início do contrato: abril de 2024;

• Contrato de trabalho será iniciado de maneira presencial, na cidade do Rio de
Janeiro – RJ, em data a ser estipulada pelo ELAS+.

Encorajamos a candidatura de mulheres negras, LBT (Lésbicas, Bissexuais, mulheres e homens Trans e/ou não bináries), indígenas e pessoas com deficiência.